Minha Semana. 07.08.2015. Despedida Roberto Lapiccirella

Ele sempre foi a própria cultura musical. Viveu cultivando a história da música popular brasileira, por ela ladeado nos seus abrigos (bar, casa, museu do disco). Quem o conheceu sempre o admirou, mesmo com suas controvérsias. Costumávamos dizer que era um visionário. Escolheu viver dia a dia. Fez parte da história de muitos ótimos músicos que hoje sonorizam nossa cidade. E dá-lhe saudades do eterno bar Bom Motivo, do Bando da Rua, de quem foi patrono. Os afortunados viveram tudo isso com ele.

Meu sempre querido amigo e irmão Roberto Lapiccirella já quando refugiado na sua Locanda Belvedere nos fazia muita falta. Agora então....

Serás sempre a grande referência de como cultivar o melhor de nossa música.
Esta amiga te guardará para sempre no melhor espaço do coração.
Siga tua luz. Meus votos sinceros é que encontres Noel, Ismael, Wilson Batista, Lamartine Babo, Ari Barroso, Vicente Celestino, Jararaca e Ratinho, Caymmi, Ataulfo, Braguinha, Geraldo Pereira e todos os teus ídolos (vá chegando e dizendo a Noel que tu te tornaste parceiro dele heim!).

Tenho certeza de que todos vão te agradecer pela dedicação e carinho com que tratou suas obras e ficarão felizes com tua companhia. Vá em paz, estarás em casa.